“Controlar” da Prefeitura de SP – Ar limpo ou Jogo sujo?


Hoje fui realizar a inspeção de meu carro no “Controlar”. O carro estava perfeito, a menos de uma pequena mangueira do cânister desencaixada (vide figura).

Mangueira do cânister

O inspetor “RVicente”, conhecedor do sistema, ao invés de me comunicar do fato ou re-encaixá-la (coisa que fiz em poucos segundos quando comunicado do “problema”), optou por simplesmente reprovar o meu carro na inspeção.

Pedi para falar com o supervisor (Sr. Luiz Eduardo), e mostrei-lhe a tal mangueira, já encaixada.
Ele constatou que o veículo já estava OK, mas manteve a decisão de reprová-lo, mesmo concordando que a quantidade de poluentes emitida pelo escapamento do meu veículo para retornar para uma nova inspeção seria infinitamente superior às eventuais emissões pelo cânister.

Entrei em contato com o SAC da “Controlar”, e para minha surpresa, o atendente Sérgio me afirmou que este é o procedimento adotado pela “Controlar”.

Ficam então algumas perguntas:

  1. Qual o objetivo da inspeção realizada pela “Controlar”?
    Uma medida eficaz e definitiva para melhorar a qualidade de vida das pessoas”, conforme se lê no website da empresa, ou uma maneira da “Controlar” obter os maiores lucros possíveis?
  2. Como a “Controlar” é remunerada?
    Se a taxa de R$ 56,44 paga pelo contribuinte é reembolsada, quem paga pelas inspeções?
    A Prefeitura de SP? A empresa é remunerada por inspeção realizada?
    (Isso explicaria um procedimento com maior foco em reprovar veículos, gerando uma nova inspeção).
  3. Por que inspecionar, em 2009, somente veículos fabricados a partir de 2003?
    Não é preciso ser gênio para perceber que os carros antigos poluem mais.
    Porém eles ficaram de fora da inspeção em 2009. A Prefeitura alega que não há estrutura para inspecionar toda a frota. Ok, mas então por que não inspecionar primeiro os mais velhos, se é sabido que eles poluem mais? De novo, parece que o foco não está em implantar “uma medida eficaz e definitiva para melhorar a qualidade de vida das pessoas”…
    Será porque proprietários de veículos mais novos serão menos resistentes a uma taxa de R$ 56,44, gerando menor desgaste político e maior garantia de retorno de investimento à “Controlar”?

Tudo indica que logo logo ficará comprovado que essa inspeção é mais uma iniciativa que não entrega o que promete, a exemplo do Rodízio, que prometeu redução da emissão de poluentes (o que não se verificou).

Twitter do Palma Facebook do Palma Linkedin do Palma

Anúncios

16 comentários sobre ““Controlar” da Prefeitura de SP – Ar limpo ou Jogo sujo?

  1. Muito estranho isso, eu fiz tantos agendamentos e nenhum destes foram reprovados, foram muitos e a condição dos veículos não era tão boa. Porém concordo com todas as perguntas e acredito que eles não estão nenhum pouco preocupados com a qualidade de nossas vidas e sim com a remuneração que recebem.

  2. Sinceramente acho que esse negócio de inspeção não passa de mais uma do governo para pegar nosso dinheiro.
    E sem contar que agora eles nao reembolsam mais o valor Luciano.

    []’s

  3. Oi Pedro,

    Imagino que você tenha feito no prazo normal. O que me parece é que a “adesão” à inspeção pode ter sido mais baixa do que a esperada e a “Controlar” possa estar precisando aumentar o número de inspeções realizadas. JMHO.

    Quanto à qualidade de vida… fazer um cidadão voltar a um lugar de acesso bastante questionável, sem a menor necessidade e por pura falta de bom-senso (ou por outros interesses “embutidos”) de fato não demonstra interesse nenhum em melhorar a qualidade de vida das pessoas…

  4. Oi Thiago,

    De fato, o processo é bastante questionável.

    E essa de não reembolsar mais é outro golpe velho, não é mesmo? Lembra da CPMF? O ‘P’ era de provisória, mas ela durou 10 anos!!!

    É o mesmo que acreditar quando o dentista fala: -“Não vai doer nada!”

  5. Jogo Sujo! Segundo o professor Luiz Carlos Molion, representante da América Latina na Organização Meteorológica Mundial e pós-doutor em meteorologia, as medidas para a reduzir as emissões de carbono, como aqueles advindas de controles como a Inspeção Veicular Obrigatória realizada na cidade de São Paulo, não vão produzir efeito no clima mundial. “O gás carbônico não controla o clima global”, garante. A quantidade de carbono lançada pelo homem é ínfima, é irrisória, se comparada com os fluxos naturais dos oceanos, solo e vegetação. Para a atmosfera, saem 200 bilhões de toneladas de carbono por ano. O homem só lança seis. O professor, devido ao fato do gás carbônico ser utilizado pelas plantas para fazer fossíntese, considera o mesmo como o “gás da vida”. Veja aqui a entrevista de Molin: http://www.streetcustoms.com.br/revistas-carros/noticias/reduzir-co2-expelido-pelos-carros-e-motos-nao-impede-aquecimento-global-diz-meteorologista.html

    Além disso, de acordo com a Constituição brasileira, promulgada em 1988, “todos são iguais perante a lei”. E eu cito:

    “TÍTULO II
    Dos Direitos e Garantias Fundamentais
    CAPÍTULO I
    DOS DIREITOS E DEVERES INDIVIDUAIS E COLETIVOS
    Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade (…)”

    Assim, não é legalmente aceitável que o dono do carro com motor de dois tempos ou
    com placa preta seja dispensado da inspeção e os outros não. O princípio da igualdade é ferido. Isso, por sí só, já abre o precedente necessário para que os interessados entrem com ações na justiça contra a inspeção, ainda mais porque ela é regional e não nacional. acompanhem o desdobramento da luta contra esse embuste lendo a revista Rod & Custom!

  6. Caros e, agora, para economizar do lado deles, nem a cobrança enviam mais. O contribuinte é quem deve acessar o site deles e imprimir o tal boleto.
    Além disso, circulo por SP e vejo, TODOS OS DIAS, carros poluidores circulando à vontade. A começar pelos ônibus e os caminhões.
    Isso não passa de arrecadação, porque, se fosse coisa séria, não teríamos tantas bagaças circulando pelas ruas e parando o trânsito por quebrarem e pararem em locais de alta circulação.
    IPTU, IPVA, SEGURO OBRIGATÒRIO, CONTROLAR, TARIFAS ALTAS DE LUZ, ÀGUA, ESGOTO E TELEFONE, BANCÀRIA etc.
    Livia

  7. É Luciano a gente só acredita quando acontece conosco
    Hoje dia 12/04/11 as 18:18h estava agendado a vistoria do meu veiculo.
    Ao ser realizado meu veiculo foi aprovado colocaram o selo no parabrisa e me deram o comprovante de aprovado.
    Ai vem a surpresa o funcionario CHARLLES me pede o comprovante para dar uma olhada e em seguida vai até a guarita, ao voltar diz para o inspetor 638 do guiche 5 retornar meu veiculo para captar a imagem do veiculo que não saiu na camera, ao fazer isso o inspetor retira o selo do parabrisa e me deu o comprovante de reprovado.
    Ao questinar com Charlles ele me disse que o comprovante de aprovado nao existe mais e que era para marcar um novo agendamento.
    Na hora fui falar com o responsavel geral ele disse que o maximo que ele podia fazer era fingir que eu não estivesse levado o carro naquele dia para não perder as 2 oportunidade que vc tem caso seu veiculo fosse reprovado.
    Para minha surpresa no sistema na internet comprovei que consta que meu veiculo não esteve no local de agendamento.

    Isso é uma pura palhaçada no qual somente o cidadão se da mal

    1. Não dá nem para comentar Claudio.
      O pior é que agora, se você atrasar a inspeção corre o risco de ser pego por uma câmera e tomar a multa de R$ 550,00. Mais do que um salário mínimo!!!
      É muito “estranho” que esse rigor não seja aplicado para carros sem faróis, sem freios, com pneus carecas…
      E quem ganha com o “Controlar”? A CCR né? Ah, tá…

  8. Sujeira!Como eles simplismente reprovam seu veículo apenas visualizando um”excesso de fumaça”, que só eles vêem ,quem qualificou o inspetor com esses olhos de aguías?Por que não fazem o ensaio no escape mesmo sendo reprovado na pré-inspeçao,para podermos ter um parâmetro para saber se estamos mesmo poluindo,ou estamos sendo enganados?!E o pior é que você não pode nem reclamar,pois o auxiliar fica todo nervosinho e se ele não for com a tua cara ficam mais “rigorosos”,já que tem esse poder e ninguém para contraria-los.Na verdade nós contribuintes só temos deveres,por direitos ………..!

  9. Mais uma vez um jeito de enfiar a mão no bolso do cidadão de bem, e apenas quem procura levar uma vida honesta se da mau nesse país, outra prova é que Dilma a nossa presidenta aprovou uma lei que ira beneficiar milhares de ladrões que irão ser soltos por apenas furtarem, ou seja se um cidadão honesto, pagador de seus impostos estiver com alguma irregularidade em seu veiculo o mesmo sofre com as leis e um ladrão por sua vez, se comete furtos nada lhe acontece, depois querem que nosso país seja levado a sério, esses politicos estão brincando.

  10. Carlos Alberto disse:
    No ano passado, meu carro passou somente com uma manutenção normal (troca de óleo e filtro , pois estava quase no período de se fazer-la). Este ano na primeira vez já tive o carro reprovado, porque o “inspetor” cismou com um barulho que nem sequer existia, isso mesmo, não tinha barulho nenhum. Reagendei novamente, sem mexer em nada, e novamente o carro foi reprovado, só porque eu tinha passado cola (ha tres anos atrás), numa trinca de tres centímetros na tampa do filtro de ar, que visivelmente não faz a menor diferença na qualidade do ar. Mais uma vez sinto que a intenção do governo é de realmente roubar-nos, ou permitir que outros o façam, com vem fazendo há muito tempo, pois basta olhar a quantidade de veículos sem a menor condição de trafegar, circulando pelas nossas ruas. Cabe a nós, mobilizarmos-nos e perguntar: A quem essa situação está favorecendo:, montadoras, prefeitura, fabricantes de auto-peças, políticos? Até quando nós vamos engolir este embuste?

  11. Tenho vários carros antigos ou velhilnhos e estou sofrendo horrores na mão da controlar.
    Por exemplo hoje 25/10/2011 meu dodge magnum 79, que possuo só a 31 anos foi reprovado pelo grande especialista em motores V8 e carburadores quadrijet SR SEM NOME e SEM FACE E ( usa uma rídicula mascara para pó e não tira por nada ) da controlar, não por causa de emissões ou baruho, mas por que existe uma saída de vácuo plugada no carburador . Para quem não sabe, um carburador Holley quadrijet tem muitas tomadas de vácuo para uso diversos e não são todas usadas.
    Laudo: alteração no sistema de admissão de ar !!!!!!
    Só para registro o mesmo carro foi aprovado no mesmo posto ano passado como mesmo plug
    na tomada de vácuo.
    Ou seja não é só para verificar emissões: É PARA ARRECADAR DINHEIRO DO IMBECIL DO
    CONTRIBUINTE.
    A FALTA DE TRANSPARENCIA DO PROCESSO E A ARROGANCIA DOS “TÉCNICOS” É INCRIVEL.
    PRECISAMOS FAZER ALGUM TIPO DE PROTESTO, UMA PASSEATA CARREATA, SEI LÁ POIS ESTAMOS SENDO ROUBADOS .

    1. É sem dúvida revoltante, Cássio!
      O objetivo do “projeto Controlar” é cada vez mais questionável.
      Parece que a última preocupação é a qualidade do ar. Aliás, a qualidade do ar parece ser somente uma desculpa para manter uma mega-estrutura de arrecadação para a iniciativa privada.
      Lembra que no primeiro ano eles devolviam o dinheiro? E porque agora a CCR fica com a taxa? O Controlar é um abuso, não tenha dúvida!

  12. Sou transportador autonomo e tenho um caminhão mb.Em 2008,passei na 1ª.Em 2010,na 1ª.Em 2011,ja foram 4 vistorias,e nada.Na 1ª,vazamento e falta de uma mangueira,na 2ª,fumaça e desacordo em um lacre,que nas vezes anteriores nem tocaram no defeito.Debati com o assistente,porque não falavam dos defeitos todos de uma vez. Me garantiu que pela fumaça,estava aprovado.Para minha surpresa a ultima vistororia deu fumaça azul e preta.Não sei mais o que fazer.

  13. meu carro foi reprovado 3 vezes por pura culpa do controlar que pretendia mais din din, poderia me passar um laudo descente com informações de forma facil de entender, mas reprovaram da 1ª vez era só a mangueira solta 30 segundos para acoplar, a 2ª foi um bagulho qualquer que ninguém entendeu, na 3ª passou na sorte, o funcionário acelerou tanto o carro que achei que iria fundir o motor, ele tentou reprovar de todo jeito passou 5 carros na baia ao lado, minha elba um escort, e um uno ficamos la por um tempão, os caras acelerava, descia do carro, voltava, acelerava tanto que quase perdi a cabeça, e parti pra cima do sujeito. perguntei pra ele o que tava ocorrendo ele dizia que era proibido falar.

    por esta taxa absurda, eu deveria ser mais respeitado, um informações totais e convicentes.

    detalhe: uma elba 94 alcool impecavel.

    sou a favor do controlar, MAS DE GRAÇA, eu ja pago muitissimo para rodar de carro em SP, que tem os maiores impostos do PAIS, por causa dessa fome pelo dinheiro da população que provoca nas pessoas indignadas, o desejo de andar fora da lei.

    QUERO SABER TODOS OS DEFEITOS APRESENTADOS PELO MEU VEICULO, PARA AGILIZAR O CONCERTO E PASSAR NO CONTROLAR (E DE GRAÇA) UMA UNICA VEZ.

    VALMIR

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s